Garantir a durabilidade da estrutura e a segurança dos moradores são algumas das principais funções do síndico de um condomínio. Além de ser responsável por colocar em ordem as tarefas do dia a dia, como limpeza e pagamento de contas, por exemplo, ele deve zelar pela boa manutenção das áreas comuns.

Alguns passos facilitam a administração dessas tarefas. Afinal, é preciso encontrar formas de fazer as melhores contratações e supervisões, a fim de que as áreas comuns possam estar sempre com ar de bem cuidadas.

Pensando nisso, preparamos este post para que você conheça 6 dos principais serviços de manutenção de um condomínio. Continue lendo para saber mais!

1. Manutenção preventiva nos elevadores

O responsável pela manutenção de condomínios não pode deixar qualquer pessoa revisar o elevador. Ela deve ser sempre realizada por uma empresa especializada nesse ramo, uma vez que qualquer defeito ou erro técnico pode colocar vidas em risco. É importante que o síndico busque empresas com comprovada experiência na área. Cabe lembrar que, tanto a empresa como o engenheiro responsável pelos serviços, devem ser registrados no CREA de seu estado e deverão emitir a Anotação de Responsabilidade Técnica – ART referente aos serviços prestados.

2. Limpeza das calhas e ralos

É comum o acúmulo de resíduos nas calhas e ralos das residências, em especial na cobertura dos prédios, onde costumam cair galhos, folhas, sacolas plásticas, etc. Esse depósito pode atrapalhar o escoamento da água e danificar o imóvel.

Portanto, o síndico não pode deixar passar despercebida a limpeza desses itens para evitar problemas futuros, como as infiltrações. Elas podem danificar os imóveis e a estrutura do prédio e gerar custos altíssimos para consertá-las.

Muito importante realizar essa manutenção no final da estação da seca, quando ocorre o maior acúmulo de detritos nas calhas.

3. Higienização das caixas d’água

É preciso fazer a limpeza nas caixas d’água a cada seis meses, ou, no máximo, anualmente. Como será a água consumida pelos moradores, também é preciso estar atento para haver uma higienização em caso extraordinário, sempre que verificado qualquer problema.

Quando estiver executando a limpeza das caixa d´água é conveniente também fazer uma revisão em sua impermeabilização, já que podem se detectar problemas ainda em fase inicial, reduzindo prejuízos advindos da infiltrações.

4. Manutenção de bombas

Um dos equipamentos usados na maioria dos condomínios é a bomba d’água. Ela é responsável pela armazenagem da água da rua em seu reservatório próprio, com a finalidade de distribuí-la para todas as unidades presentes no condomínio. Sua manutenção precisa ser feita cuidadosamente a cada ano por uma empresa especializada. Problemas nas bombas podem deixar o seu prédio sem abastecimento de água!

Cabe aqui uma importante dica: sempre se deve contar com 2 bombas em funcionamento!

5. Limpeza e manutenção das caixas de gordura

O ideal é se fazer a limpeza das caixas de gordura semanal ou, no máximo, quinzenalmente com o intuito de evitar o entupimento das tubulações ligadas a elas. Além disso, para preservar sua durabilidade é necessário não jogar resíduos sólidos pelo encanamento, pois sua função é apenas separar a água da gordura e não os sólidos.

6. Preservação das fachadas

É um dos serviços essenciais quando se pensa na manutenção de condomínios. Uma fachada bem mantida melhora a aparência e valoriza os imóveis. Por isso, um planejamento deve ser feito para ajudar na conservação dessas áreas.

Tal ação deve ser feita como prevenção em média, a cada dois e, no máximo, cinco anos. Além de estética, uma boa manutenção da fachada, evita a ocorrência de infiltrações nos apartamentos, evitando os altos custos de reparos que o condomínio pode ter que arcar.

O ideal é que o síndico contrate uma empresa especializada nesse tipo de trabalho, pois, em geral, é uma atividade de risco elevado, principalmente quando feita em prédios, devido ao trabalho em altura.

Aqui também cabe a ressalva de se contratar empresa com experiência e com registro no CREA de seu estado.

Agora você já sabe quais são as principais medidas para manter a manutenção de condomínios sempre em dia, que tal procurar ajuda especializada? Quer saber como ter os melhores serviços? Entre em contato para podermos ajudá-lo!

Deixe seu comentário

Your email address will not be published.